continuada dois!

mas pena que isso nao acontecera pelo menos por agora. citando nomes e lugares, agora posso abrir meu coracao e digo que me enganei. e muito.
acreditando que com uma pessoa, nos desenvolveriamos um excelente trabalho, eu deixei passar uma oportunidade de ouro. poderia estar hoje, escrevendo coias diferentes das que sairao aqui.
tomei um calote por meio da inseguranca, medo e de acordo com ela, falta de acentos no texto. ridicula, sua vaca miseravel, voce pagara caro. espero que sim. [what goes around comes around! i know that one well.]
e assim, foram duas semanas desenvolvendo projetos, dormindo as 5 da manha, pensando em layouts que ficariam da melhor forma possivel e para que? para ouvir que eu nao precisava mais enviar material por que eu estava fora da revista! recebi a noticia da pior forma que pude. acabei de fazer a passagem por completo e nao foi legal. fui deselegante com quem eu nao poderia ser. mas a pessoa entendeu. [tnx to the lord]
e a fase de desilucao continua, sendo que no natal, minha maquina fora roubada. recuperei dois dias depois, mas para que? tb perdi a fome de retratar o cotidiano. estou cansado. pensando em coisas nao tao legais. mas o pior e que nao posso apenas executa-las. tenho que dar satisfacoes a 3os de minha vida. nem isso eu tenho autonomia para resolver. o que mais Senhor?
e quanto aos amigos. estes sao um caso a parte. so sao os meus amigos aqueles que de fato me conhecem. me entendem. e falo que somente lyudmila e alice. porque sabem que eu nao reflexo mau resolvidos deles. estou comecando a perder a cabeca com duas pessoas e estou numa fase muito melhor de nao brigar ou bater boca. mas uma esta pedindo um tapa na cara pela falta de consideracao e respeito. a outra merece um processo pela palhacada.
se tem uma coisa que eu destesto e disse me disse. dois daqui o fizeram e acreditem, nao me verao mais. e assim espero que sera. sou muito amigo e leal mas nao me faltem com respeito porque nao sou obrigado a ceder insegurancas infantis de pessoas idiotas.
aquela que recebera um tapa na cara, sabera muito em breve.
eu so quero o que e meu. e eu sempre o tenho.
chega de amargura. estou bem mesmo nao falando o que penso ou fazendo o que quero!
alias, este deve ser o novo eu. . . quieto para nao machucar os fracos que nao seguram a verdade como ela e. ou ao menos, pretendem que ela e amena!
estou sem paciencia para esta falsidade e ditadura da felicidade que se implantou sem o desenvolvimento pessoal…. e qdo falamos as coisas, estamos errados.
R.




rio ipanema brazil

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s